sábado, 2 de agosto de 2008

HONRA TEU PAI (...) - EX. 20:12

(Carlos Ramalho)
.
Já faz um tempinho que meu pai não habita no plano físico. Ao olhar para trás e trazer a memória posso resgatar incontáveis e admiráveis histórias que vivemos em família.
.
Ele era um sujeito calado, entretanto conservador, observador além de possuir um coração enorme. Trabalhador ao extremo nunca deixava se abater, afinal tinha cinco filhos para criar e educar. Ao lado de minha mãe formavam um casal modelo, abençoado, felizes, unidos. Tinha lá suas manias, às vezes gostava de ficar quieto, tipo assim na dele. Tinha opiniões firmes, gostava de fazer rimas, escrever.
.
Ainda muito jovem veio para a cidade grande. Ergueu edifícios, deixou a marca de seu trabalho por vários lugares de Belo Horizonte e região metropolitana. Fruto de seu suor venceu na vida. Firmou estaca, alargou as tendas. Construiu uma imagem irrepreensível perante a sociedade. Deixou um legado para os filhos, uma vida de retidão, honradez, caráter e solidariedade. Tinha em Deus sua maior riqueza.
Sempre lembrado com muita saudade, meu pai é daquelas pessoas que faz falta, pelo bom humor, pelos causos que contava, e até mesmo pelas pirraças que às vezes costumava fazer.
.
Atualmente claro que gostaria que ele estivesse no nosso meio para se alegrar com as conquistas dos filhos, para desfrutar do que construiu ao longo de sua trajetória. Para amenizar a saudade, à distância, o vazio. Para nos fortalecer com sua presença nos momentos difíceis. Para atender ao telefone, para nos abençoar na saída, na chegada, enfim para que as reuniões de família estivessem sempre completas e não faltando uma peça chave, ou seja, um dos pilares de sustentação.
.
Mas Deus tem um propósito e um tempo para todas as coisas debaixo do céu. É um ciclo natural da vida, e me alegro pelo tempo em que meu pai esteve presente conosco.
.
Dentro do contexto acima não posso deixar de registrar o mandamento que ressalta que devemos honrar pai e mãe para que se prolonguem nossos dias na face da terra. Este importante e sublime mandamento divino é uma ordem, uma determinação a todos nós, para que sejamos bem sucedidos em todos os nossos empreendimentos em qualquer etapa de nossas vidas.
.
Assim, intuitivamente, espero através deste texto não gerar emoção, mas sim motivação a você que ainda tem seu pai em vida. No próximo domingo, dia 10/08 será comemorado o dia dos pais. Aproveite o momento, faça uma surpresa, mande uma carta, uma mensagem, telefone. Não deixe que este dia passe em branco. Afinal honra teu pai (...) para que teus dias sejam prolongados na face da terra.
.
A todos os pais que receberem este texto, aceite meu abraço pela passagem de seu dia.

“A única coisa que volta do tumulo com os enlutados e se recusa a se deixar sepultar, é o caráter de um homem. O que o homem é, sobrevive a ele. Jamais pode ser sepultado”. (J. R. Miller).
.
Um forte abraço,
.
Carlos Ramalho
In: 02/08/2008

9 comentários:

Blog do Tabá disse...

Parabéns meu caro! Sábias palavras!
Um grande abraço.
Emerson

Emerson disse...

Parabéns meu caro! Sábias palavras!
Um grande abraço.
Emerson

Anônimo disse...

Carlinhos,

quem planta vento colhe tempestade já dizia o ditado popular...e quem planta amor, amizade, fraternidade e as coisas de Deus somente colhe essas mesmas coisas...

Continue escrevendo meu amigo...cê vai longe....

Abraço.

Luciano Nosseis

Neide da Silva Saloio disse...

Carlos, estou em lágrimas, você tá falando do seu pai ou do meu? Parece até que a profissão era a mesma e com que orgulho ele me levava para conhecer as praças, viadutos, Estádios de futebol fruto de sua conquista e resultado do seu trabalho.

Homem temente a DEUS que deixou com os filhos um bem maior :a dignidade.

Faço minhas as suas palavras

Fabio Gomes disse...

Fala, Ramalho!!!
Gostei muito de seu e-mail, relatando o exemplo do seu Pai. A nossa sociedade, tem banalizado valores importantes como a honradez, retidão, coragem e exemplo. Com bastante inteligência, você conseguiu nos mostrar que o homem é lembrado pelos valores que ele demonstrou ter ao longo de sua existência e pelo EXEMPLO.
Grande abraço...

Estefania Soares disse...

Bacana d+ da conta, sô!!!

E pelo q percebi, vc herdou mta coisa boa do seu pai, heim!!!

E pra mim, fazer da própria vida uma vida bacana de ser vivida é a melhor maneira de honrar pai e mãe!!!!

Parabéns!!!!

ð adorei o título do blog... ce né fácil não!!!!

Abração, estef

Cristina Peixoto disse...

Carlinhos,
Não tem como não se comover com o texto e principalmente por você relatar tantas coisas do seu pai. Gostaria de deixar um grande abraço para você e saiba que seu pai deixou um legado, e você terá filhos, muitos filhos, reais e espiriturais e tenho certeza que os ensinamentos que você recebeu serão de grande valor para a sua vida
Um grande abraço. Gosto muito de você e sempre estarei entrando em contato
Cris ( Lagoinha)

Claudio Alberto da Cruz disse...

Meu amigo Carlos Ramalho, você falou por mim nesse texto.

Achei-o muito condizente com a minha história, ou melhor, com a história da minha família.

Acho que a sua escrita foi de tanta eficiência que conseguiu me reportar a tempos vividos na presença do meu saudoso Pai ( que Deus o tenha! ).

Os nosso pais ainda estão muito “vivos” nos nossos corações, nas nossas lembranças e, principalmente, no nosso caráter.

Cabe a cada um de nós, com todos os ensinamentos de vida que deles herdamos, fazê-los perpetuar por muitas gerações e lembrá-los sempre de forma honrada.



Amigão, um forte abraço, e tenho certeza que nenhuma distância acaba com a nossa amizade.





Felicidades !!!

Geni Froes disse...

Carlinhos

Você conseguiu se superar. Este texto é realmente sua cara um homem de SUPERAÇÕES.

Um forte abraço.