terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

CLASSE DOMINANTE x CLASSE DOMINADA

Desde a data de ontem (23/02) Belo Horizonte e as cidades da região metropolitana estão mergulhadas no mais completo caos urbano. Isto porque motoristas e cobradores deflagraram greve em busca de melhores condições de trabalho e salário. A população mais uma vez, e infelizmente é quem paga o pato, ou seja, fica entregue a própria sorte. O caótico trânsito se mostrou ainda mais complicado dado o volume de carros circulando pelas ruas e avenidas da cidade. Não houve outra alternativa, senão tirar o carro da garagem para chegar ao trabalho ou a compromissos inadiáveis. A previsão é que o caos ainda perdure por mais um ou dois dias.
.
Embora a adoção desta prática resulte em prejuízos de naturezas diversas, particularmente não sou desfavorável a greve. Entretanto entendo que é preciso que se mantenha um mínimo do efetivo em exercício visando garantir o direito de ir e vir das pessoas. Consultas, cirurgias, pagamentos, escola, enfim é muito transtorno advindo com a referida medida aqui abordada.
>
No primeiro semestre de 2003 quando iniciei o curso de Administração com Ênfase em Gestão de Negócios lembro-me de ter redigido um artigo para o informativo semanal da turma intitulado “Classe Dominante x Classe Dominada” cuja abordagem tem tudo a ver com o contexto acima relatado.
.
Nesta oportunidade publico abaixo a integra deste artigo para reflexão de todos aqueles que acessam este blog.
.
.“CLASSE DOMINANTE x CLASSE DOMINADA”
(Carlos Ramalho)
.
Desde os remotos tempos da colonização sempre existiu uma busca pelo poder e pela dominação. O Brasil, por exemplo, enquanto colônia era governado pelos reis de Portugal, os quais impunham suas leis e costumes visando garantir o controle total sobre a classe dominada. Conquistar territórios, abrir caminho para novos comércios e mercados era algo tão valioso e importante que diversos desbravadores marcaram seus nomes na história da humanidade por acreditar e sonhar pelo desconhecido.
.
A escravidão, também, é outro fato ocorrido na história que merece destaque. Uma estrutura social organizada detinha o poder e o controle sobre milhões de pessoas, sujeitando-as as mais diversas e penosas atrocidades. Mais uma vez prevalecia à classe dominante, arrogante, sem sentimento.
.
Não se faz aqui necessário citar todos os fatos e acontecimentos históricos que se correlacionam com a idéia central do texto, a qual visa levar uma reflexão sobre a atual situação entre CLASSE DOMINANTE e CLASSE DOMINADA.
.
Partindo de uma idéia de evolução, com o passar do tempo diversas conquistas aconteceram, as quais ajudaram a ampliar e melhorar os tipos de relações sociais existentes. Mudaram-se conceitos. Mudaram-se valores. Entretanto em pleno século 21 ainda nos consternamos ao evidenciar práticas trabalhistas, cada vez mais freqüentes que nos remetem a eras tão remotas.
.
História à parte, atualmente as empresas e todos os segmentos de mercado tem sofrido fortes impactos em virtude da globalização mundial. Foi se o tempo em que um acontecimento ficava restrito a um determinado país. Dependendo da gravidade do ocorrido à economia mundial entra em colapso em questões de segundos, causando danos irreparáveis.

Nunca a classe dominante esteve tão antenada, aos anseios de seus clientes principalmente os externos. Nunca se buscou tanto a perfeição e a qualidade na produção e prestação de serviços.
.
O sucesso de uma empresa, indiferente de seu porte, deve estar ligado aos seus preceitos éticos e morais, os quais devem visar à satisfação primeiramente do cliente interno. A qualidade na prestação do serviço será uma simples conseqüência lógica. Outro fator interessante que merece destaque é que empresas devem ter e desenvolver uma política social abrangente, inclusiva. Empresas com responsabilidade social têm maior reconhecimento e aceitação externa.
.
Idéias e particularidades a parte cada pessoa tem sua opinião formada acerca do assunto aqui abordado. Particularmente creio ser necessário que o país sofra uma grande mudança de caráter e consciência, onde a herança cultural herdada desde os primordes seja contestada, combatida e aprimorada. Esta mudança aplica-se as diversas áreas que afetam diretamente nossas vidas e que também são frutos desta herança cultural.
.
É preciso evoluir, entender que os tipos de sociedade se relacionam entre si. Portanto é preciso conscientizar que CLASSE DOMINANTE e CLASSE DOMINADA precisam subsistir sim, entretanto através de parceria e não de dominação e subordinação como se pratica nos dias de hoje.
.
Forte abraço,
.
Carlos Ramalho

Um comentário:

Carlos Chagas disse...

Não sei se sou favorável a greves: A favor pelo fato de que temos que reivindicar direitos e contra porque prejudica terceiros. O fato é que no Brasil muitos não respeitam a escolha de outros. Foi o que vimos nos jornais: Ônibus, motoristas e passageiros sendo apedrejados só porque furaram a greve... BRASILEIROS ACORDEM, TORNEM-SE HUMANOS!