quarta-feira, 26 de maio de 2010

Em Foco: GLAUCOMA: UMA DOENÇA SILENCIOSA


Belo Horizonte - MG - 26/05/2010
.
Tinha sete anos de idade quando descobri ser portador de glaucoma. Até então não sentia incomodo algum, e sabe como é criança corre o dia todo, brinca sequer, às vezes, consegue mensurar o que está sentindo não é mesmo?
.
O primeiro sinal de alerta foi no jardim de infância. Possuía uma leve dificuldade para leitura a certa distância o que me obrigava um exercício mais intenso, porém, aparentemente normal. Tia Sônia, professora, tratou logo de comentar a situação com minha mãe que imediatamente me levou ao oftalmologista para realização de exames.

.
O diagnostico não foi nada animador. Glaucoma crônico em ambos os olhos, porém com maior incidência na visão esquerda. Imediatamente iniciei tratamento passando a realizar exame anual de controle da pressão ocular, bem como a fazer uso continuo de colírios. Porém os colírios eram caros e não dispúnhamos de dinheiro para comprá-los regularmente, o que me obrigava a passar longos períodos sem fazer uso do medicamento.

.
Apesar do glaucoma sempre busquei levar uma vida normal. Na escola buscava servir e aprender com colegas; Na empresa onde trabalhava como office-boy desempenhava minhas atividades com afinco e dedicação, buscando ser reconhecido pela qualidade do serviço executado.

.
O tempo foi passando e sem que se percebesse a minha visão esquerda foi silenciosamente se deteriorando, reduzindo drasticamente minha acuidade visual. As dosagens dos colírios foram aumentando até chegar ao ultimo estágio e ainda assim a pressão ocular em ambos os olhos continuava elevada. Não me restou alternativas senão passar por intervenções cirúrgicas para controle do glaucoma. Hoje embora portador de visão monocular comprometida tenhado buscado viver uma vida normal, porém com algumas limitações.

.
Dentro do contexto acima quero convidá-lo a refletir sobre o assunto abordado, pois hoje 26 de maio é o dia nacional de combate ao glaucoma.
.
Trata-se de uma doença crônica que danifica o nervo óptico e afeta a visão, e se não descoberta a tempo pode levar a cegueira. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), o glaucoma é responsável por 13% da perda de visão em todo o mundo e é provocado por uma alteração na produção e /ou na drenagem do liquido que se localiza no interior dos olhos, denominado humor aquoso, o que faz aumentar a pressão no olho.

.
O melhor remédio é a prevenção. Por isto não deixe de consultar regularmente seu oftalmologista, principalmente se você se enquadra nos grupos de riscos com maior probabilidade de desenvolver o glaucoma.

.
Acesse o site www.carlos-ramalho.blogspot.com e conheça os dez detalhes fundamentais sobre a doença.

..
Forte abraço,
.
Carlos Ramalho

7 comentários:

Carlos Chagas disse...

O que mais me deixa chateado é o fato de muitos como você saírem prejudicados por simplesmente não terem condições de tratamento da doença.

Teresa Cristina disse...

Obrigada pela informação.
Um abraço.

Gustavo Mudado disse...

Ótimo texto Carlim, ce ta disperdiçado.....cabra BAUM

Abraços.

Sergio Freitas disse...

Deputado tamo com o Sr.

Sucesso

Se fizer camisa me manda uma que eu uso e faço divulgação.

Abraços,

Sergio Souza disse...

Valeu Carlinhos,

Já repassei !!!!

Grande abraço.

Elizangela Martins disse...

Deus abençõe a sua saúde!

Um super abraço.

Idelfran Monteiro disse...

Obrigado

amigo pelas informações
sobre Glaucoma.

Agora sobre nosso PHS como está as novidades aí em Minas ?


Idelfran
Vice-presidente Regional PHS do Piauí