terça-feira, 26 de outubro de 2010

Dilma ou Serra? Eis a Questão!

Por Carlos Ramalho
.
31 de outubro se aproxima e percebo que existe grande desconfiança da população brasileira acerca dos candidatos majoritários que postulam vir a ser o próximo Presidente da República Federativa do Brasil.

Desmerecer um nome em detrimento a outro não é o caminho mais louvável para se chegar a uma equação positiva. O certo é que cada candidato deve ser avaliado mediante seu histórico, as propostas que defendem e a capacidade de aglutinação de apoios que possam garantir a governabilidade.

Dizer que o governo A foi melhor que B, ou vice versa, é algo que beira a injustiça, pois cada governo reflete o momento economico de seu tempo. Assim os sucessores tende sempre a colher frutos das sementes que foram plantadas por seus predecessores e assim suscetivamente. È a lei natural das coisas, aqui no caso, da política.

È evidente que existe grande diferença entre Dilma e Serra. Do ponto de vista moral ao que me conste não há nada que desabone os candidatos, e que fique claro, porém quanto a análise subjetiva politica, ai sim é que se encontra o “x” da questão, vejamos:

- Dilma quer ser Presidente do Brasil, porém como sabemos ela foi fabricada pelo Presidente Lula e pelo PT para suprir uma lacuna dentre as inexpressivas lideranças do partido em ambito nacional;
- Dilma não possui experiência em cargos do executivo, ela nunca foi vereadora, prefeita, governadora, etc.
- E o mais trágico na minha opinião é que Dilma não tem o histórico e o tamanho de Lula no tocante a ter mais representativade que o próprio partido, ou seja, Lula é maior que o PT, entende? Porém quero deixar registrado que trata-se de uma visão pessoal diante do quadro que observo.

- O candidato Serra por sua vez em detriamento a Dilma teria mais legitimidade e experiência para governar o Brasil devido o seu histório político. Foi Deputado, Prefeito, Governador, Ministro, etc.
- O fato de Serra ser aliado de FHC do PSDB que governou e quebrou o país, vendendo diversas empresas estatais é um fator que macula a figura do presidencial. È tanto que você não vê Serra ao lado de FHC em campanha. Não é mesmo?
- Particularmente o jeito Serra-PSDB observado ao longo dos anos nunca me pareceu transmitir confiança e credibilidade.

Diante deste cenário, seguir em frente ou voltar pra tras é a questão mais comentada nas campanhas. Embora entendo que assim como Lula deu continuidade a política economica herdada dos tucanos, caso Serra logre êxito em ser eleito também fará o mesmo, pois o povo brasileiro não agiria de forma pacifica diante de qualquer mudança economica que pudesse gerar rumores de crises internas que pudessem frear o crescimento do país.

Já se Dilma for eleita teremos a continuidade do famoso bordão "mais do mesmo", o que de certa forma não seria ruim, pois sendo afilhada de um dos mais influentes Presidentes da Republica, de maneira nenhuma Lula deixaria que sua pupila fizesse qualquer “besteira” estando no poder.

Já finalizando, porém sem não antes voltar a registrar que os apontamentos acima são frutos de leitura pessoal e que meu desejo é que Deus abençoe esta nação permitindo lograr êxito aquele ou aquela que tenha compromisso com valores cristãos e que acima de tudo faça do cargo maior deste país um meio para servir e abençoar toda população brasileira.

31 de outubro está ai. Dilma ou Serra? Eis a questao!
.
Forte abraço,
.
Carlos Ramalho

Nenhum comentário: